Goodbye, USA

Site_1870

Depois de 3 dias em Los Angeles finalmente conseguimos resolver os problemas do Godzilla e pudemos seguir viagem. Como estávamos cansados de tantas idas e vindas a Los Angeles, decidimos dirigir direto e só parar para dormir.

Site_1873 Site_1874 copy

No primeiro dia (17/06/15) rodamos quase 929 quilômetros de Los Angeles a Red Bluff (acima de Sacramento); no dia seguinte (18/06/15) rodamos mais 667 quilômetros de Red Bluff a Salem, capital do Estado do Oregon (sim, finalmente saímos da Califórnia); e no terceiro dia (19/06/15) rodamos 351 quilômetros de Salem a Seattle, no Estado de Washington.

Site_1872 Site_1875 copy

Nossa ideia era descansar alguns dias em Seattle antes de cruzar para o Canadá, mas demos o azar de chegar no fim de semana do Dia dos Pais, no meio das férias de verão e com uma etapa do PGA (torneio de golfe profissional) na cidade de Tacoma, vizinha a Seattle. O resultado disso foi sentido nos hoteis e campings que estavam absolutamente lotados e muito acima do preço normal.

Conseguimos ficar em uma cidade próxima a Seattle (pagando o preço de caviar por um patê de fígado – rs) e no dia 20/06/15 fomos conhecer a cidade. Seattle é conhecida por uns como um grande hub de indústrias limpas e negócios sustentáveis, mas para outros será sempre o berço do movimento grunge e de bandas como Pearl Jam, Nirvana, Soundgarden e Alice in Chains.

Site_1871

Também foi em Seattle que surgiu a famosa rede Starbucks, salvação para todos os overlanders com seu café quente e wifi GRÁTIS! O primeiro Starbucks ainda está lá, no mesmo lugar em frente ao Pike Market, mas é quase impossível entrar nesse Starbucks em razão das filas.

Site_1876 copy Site_1877 copy Site_1888 copy

Nosso passeio por Seattle começou no Seattle Center, onde está localizada a torre Space Needle, que foi construída em 1962 para a Feira Mundial. A torre tem 184 metros de altura e na época de sua construção era a estrutura mais alta a oeste do Rio Mississipi. Hoje seus milhares de visitantes podem admirar a vista de Seattle do observatório localizado a 160 metros de altura.

Site_1879 copy Site_1884 copy Site_1878 copy Site_1885 copy Site_1886 copy Site_1883 copy Site_1881 copy Site_1882 copy

Saindo da torre pegamos o Monorail, que também foi construído para a Feira Mundial e tinha um visual (imaginamos) futurístico para os anos 60, e seguimos até o centro da cidade onde caminhamos até o Pike Market. Por ser sábado estava absurdamente cheio de pessoas, produtores locais, artistas de rua etc. – muito legal!

Site_1880 copy Site_1887 copy Site_1889 Site_1890

Infelizmente nosso tempo em Seattle foi abreviado pelo custo dos hoteis, então o jeito foi comer algo na rua e retornar para o Seattle Center de onde seguimos para a cidade de Bellingham, que fica quase na fronteira com o Canadá, nosso próximo destino.

Essa primeira passagem pelos EUA foi marcada por alguns problemas com o Godzilla e tivemos que retornar muitas vezes a Los Angeles até finalmente conseguirmos arrumar o carro, por isso tivemos pouco tempo para explorar os Estados do Oregon e Washignton. Esperamos um dia retornar com calma para conhecer a cidade de Portland e explorar Seattle com um pouco mais de calma.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: