ZANZANDO

Arquivo diário: 5 de fevereiro de 2015

No dia 04/02/15 inauguramos um novo capítulo de nossa viagem, a América Central. Infelizmente nossa primeira impressão não foi muito boa, já que ficamos mais de 7 horas no porto de Colon aguardando a liberação dos carros, isso sem mencionar toda a grosseria e falta de preparo dos agentes portuários. 11 carros (1 Panamá; 3 Brasil; 2 Suíça; 2 França; 1 Alemanha; 1 Argentina; 1 Chile – dirigido por Australianos)  e 2… Ler mais

Como mencionamos em um post anterior (https://zanzando.com/2014/10/28/ferry-xpress-2/), as Américas são conectadas por uma rede de estradas conhecida como Ruta Panamericana, que são totalmente trafegáveis, exceto por um pequeno trecho entre a Colômbia e o Panamá conhecido como Darien Gap. Apesar do Panamá estar a menos de 20 horas de distância de barco, por diferentes razões nunca houve um serviço constante de ferry entre os dois países e a única opção para quem quer… Ler mais

Nossa passagem pela Colômbia foi mais rápida do que gostaríamos que fosse em razão da travessia para o Panamá. As estradas são duras, cheias de curvas e muito tráfego, mas as paisagens são muito bonitas. Como diz a propaganda o maior perigo na Colômbia é querer ficar, e nós bem que gostaríamos, mas vai ficar para uma próxima. Com isso, seguem os números da Colômbia: GPS Km total rodado 3.219 Km médio/dia… Ler mais

Na Colômbia passamos a maior parte das noites em hotéis. Alguns muito bons e um especialmente ruim (ainda bem que foi apenas uma noite). Nas cidades mais quentes como Honda, Dorada e Cartagena os hotéis não têm água quente, mas os dias são tão quentes que um banho frio é quase terapêutico. Assim, vejam onde ficamos e o que achamos: PASTO (12/01/15) Hotel Frances La Maison del Ejecutivo (http://www.hotelfranceslamaison.com). Um hotel pequeno… Ler mais