A Simpática León

No dia 02/03/15 deixamos a capital nicaraguense com destino a León. Como mencionamos no post sobre Granada, a cidade de León disputou por muitos anos o título de capital nicaraguense com a cidade de Granada. Esse conflito teve um período bastante violento e só foi resolvido quando as duas cidades firmaram um acordo transferindo a capital para Managua em 1858.

Hoje a disputa entre León e Granada segue firme, mas não se trata do título de capital da Nicaragua. Hoje a disputa gira em torno do número de igrejas, edifícios e residências históricos em estilo colonial. Quem ganhou? É óbvio que fomos nós, os turistas, que temos a oportunidade de ver duas cidades muito bonitas e cheias de história.

Site_0961 Site_0962 Site_0963 Site_0964 Site_0965 Site_0966 Site_0967

León é a segunda maior cidade nicaraguense com uma população estimada em 201.000 habitantes e foi oficialmente fundada em 1524 por Francisco Hernández de Córdoba, mas a cidade foi realocada para a localização atual em 1610, após o abandono da cidade original hoje conhecida com o León Viejo.

Antes de chegar à cidade de León nós passamos pelo sítio arqueológico de León Viejo, que foi declarado patrimônio da Humanidade pela Unesco em 2000. As ruínas da cidade de León ficam a cerca de 40 km da atual cidade, próxima ao vulcão Momotombo, e conta com um museu, além de guias que acompanham os visitantes e contam a história do lugar – muito interessante!

As ruínas de León Viejo só foram descobertas em 1967 e os trabalhos de escavação descobriram ruínas de 16 prédios que rodeavam a praça central e hoje são preservadas. Segundo nossa guia, a cidade de León Viejo foi abandonada em 1610 e transferida para a localização atual em razão de 3 acontecimentos:

O primeiro foi o assassinato do Bispo de León, Frei Antonio de Valdivieso em 1550. Conforme a crença popular, o assassinato de uma figura religiosa traria má sorte para a cidade; o segundo foi a crise econômica daquela que foi considerada uma dos mais prósperos entrepostos comerciais da América Central, causada pela má administração do seu governante; e terceiro e mais importante, um forte terremoto em 1610 praticamente destruiu e selou o destino da cidade.

Site_0956 Site_0959 Site_0960 Site_0958 Site_0957

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: