Bienvenido a Nicaragua

No domingo 22/02, após cruzarmos a Costa Rica em 2 dias, entramos no décimo primeiro país dessa viagem, a Nicaragua. Não tínhamos planejado passar muito tempo por aqui, mas conversando com outros viajantes e pesquisando mais sobre o país descobrimos uma Nicaragua incrível e não poderíamos perder a chance de explorar melhor esse lugar.

Site_0900 Site_0901 Site_0907

Entramos na Nicaragua pelo Paso Peñas Blancas, mas não foi fácil. Levamos cerca de 30 minutos para sair da Costa Rica e longas 2 horas e meia para entrar na Nicaragua. A burocracia em ambos os países é tão grande que vários “facilitadores” se oferecem para nos guiar pelas fronteiras em troca de uma “propina voluntária”.

Passo a Passo da fronteira entre a Costa Rica e a Nicaragua

Saída da Costa Rica

1.     Passar pela Aduana (prédio à esquerda antes da grade)

2.     Imigração da Costa Rica

Documentos necessários

1.     Cópia do ingresso temporário (documento da aduana)

Custos

1.     Imposto de saída – 8 USD – Temos quase certeza que não seria necessário pagar (nenhum guia ou blog menciona), mas acabou entrando na conta

2.     “Propina” do facilitador – 5 USD

Entrada na Nicaragua

1.     Passar pela fiscalização de saúde (apenas apresentamos o passaporte. Não solicitaram nada)

2.     Passar pela fumigação

3.     Pagar a taxa de entrada na cidade

4.     Fazer a imigração

5.     Fazer o seguro obrigatório do carro

6.     Pagar a taxa de ingresso do veículo

7.     Fazer a inspeção aduaneira

8.     Passar pela aduana e fazer o ingresso do veículo

9.     Passar pela inspeção policial

Custos

1.     Fumigação – 3 USD

2.     Taxa de entrada na cidade – 1 USD

3.     Taxa de ingresso no país – 12 USD

4.     Seguro do veículo – 12 USD

5.     Taxa de ingresso do veículo – 5 USD

6.     “Propina” do facilitador – 20 USD

Essa fronteira foi realmente muito complicada, mas ainda bem que não estávamos sozinhos. Em Libéria – Costa Rica, reencontramos o Amabry e a Rosely do Vamos Pro Alasca (https://www.facebook.com/vamosproalasca?fref=ts) e seguimos com eles rumo à Nicaragua.

Site_0902 Site_0908

Da fronteira dirigimos por mais 40 minutos até Playa Madera, na costa do Pacífico, onde ficamos acampados por 2 dias. Essa praia é incrivelmente bonita e deserta, mas a água estava muito fria e alguns macacos resolveram usar as árvores acima do Godzilla como banheiro, então já dá para imaginar como nosso carro ficou. Eca!!

Site_0904 Site_0905 Site_0903 Site_0906

Hoje (24/02), após lavarmos a sujeira dos macacos, seguimos para a pequena e charmosa cidade de Granada. No caminho, ainda paramos para ver a Ilha Ometepe, que está situada no meio do Lago Nicaragua e é formada por 2 vulcões (Concepción e Maderas). O Vulcão Concepción está em plena atividade; sua última erupção aconteceu em 9 de março de 2010, mas até hoje é possível ver a fumaça saindo da sua cratera.

É possível chegar à Ilha Ometepe por meio de uma balsa que transporta carros e motos ou barcos menores somente para passageiros, mas o custo para atravessar com o carro (cerca de 31 USD por trecho) torna o passeio muito caro e por isso decidimos apenas admirar os vulcões à distância.

Site_0909 (lavando a sujeira dos macacos!)

Site_0911 (Vulcão Concepción à esquerda e Madera – menor – à direita)

Site_0910 (almoço servido na praça de Granada – comida de rua, mas não era por quilo!)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: