Kanazawa e Takayama – O Japão das Tradições e dos Samurais

No dia 27/09/15 deixamos Kyoto com destino a Kanazawa. Dessa vez seguimos com um trem expresso, um pouco mais lento (136 km/h) que o trem bala (236 km/h), mas mesmo assim muito confortável. A viagem durou pouco mais de 2 horas e passamos pelo interior do Japão sentido Oeste, para o Mar da China.

Site_2697 Site_2698

Assim como Kyoto, Kanazawa é uma cidade com uma história e cultura muito rica, mas ao contrário de Kyoto, o refinamento de Kanazawa não tem origem na nobreza japonesa e sim na classe guerreira, os samurais. O principal nome de Kanazawa é Toshiie Maeda (1537-1599), do clã Maeda, um dos mais poderosos samurais do Japão feudal e maior responsável pelo desenvolvimento da cidade que já foi a quarta maior.

Nosso passeio por Kanazawa começou pelo Castelo, cuja construção original data de 1580. Contudo um incêndio ocorrido em 1881 destruiu praticamente todo o Castelo, restando apenas poucas partes originais. Em 2001 foi reconstruído de acordo com o projeto de 1809 utilizando as técnicas tradicionais; mesmo sabendo que não é o original, ficamos impressionados com a beleza do castelo e as técnicas empregadas na sua construção.

Site_2699 Site_2700 Site_2701 Site_2702 Site_2703 Site_2704

Do Castelo de Kanazawa atravessamos a rua para visitar o Kenroku-en, desenvolvido pela família Maeda entre os anos de 1620 e 1840 e considerado pelos japoneses como um dos parques mais bonitos do Japão.

Site_2705 Site_2706 Site_2707 Site_2708 Site_2709 Site_2710

Na manhã seguinte (29/09/15) seguimos para o interior sentido Takayama. No caminho paramos em uma cidade chamada Shirakawa-go, que é uma vila histórica declarada Patrimônio da Humanidade pela Unesco em 1995. O destaque são as casas em estilo Gassho-zukuri (合掌造り), que significa, em uma tradução livre, construção em formato de mãos orando.

Site_2711 Site_2714 Site_2715 Site_2716 Site_2717 Site_2718 Site_2720 Site_2712 Site_2726 Site_2727 Site_2713

Nós pudemos visitar uma dessas casas tradicionais construída pela família Wada em 1573 e preservada até hoje; foi muito interessante conhecer os diferentes cômodos e ver a técnica de construção utilizada na época. A casa da família Wada foi preservada e hoje funciona como uma espécie de museu, mas muitas outras construções foram adaptadas para abrigar lojas e restaurantes e foi num desses locais que almoçamos, todos sentados no tatami – muito legal.

Site_2719 Site_2722 Site_2723 Site_2721 Site_2724 Site_2725

Após o almoço seguimos para Takayama e visitamos o Yatai Kaikan, onde ficam expostos alguns carros alegóricos utilizados nos festivais da  primavera e do outono. Esses festivais folclóricos começaram há mais de 350 anos e durante as procissões são utilizados cerca de 20 carros alegóricos, alguns datados do século 17, decorados com lindos trabalhos de madeira e marionetes. Pena que o festival só acontece nos dias 14/15 de abril e 9/10 de outubro; seria muito legal acompanhar essas procissões.

Site_2728 Site_2729 Site_2730 Site_2731 Site_2732

Também visitamos um museu com maquetes de prédios históricos japoneses produzidos pelos habilidosos artesões de Katayama, e passeamos pelas ruas do centro antigo da cidade, cheia de lojas e restaurantes.

Site_2733 Site_2734 Site_2735 Site_2736 Site_2737 Site_2738 Site_2739 Site_2740

Para fechar nossa passagem por Takayama seguimos para o nosso hotel chamado Green Hotel Takayama, onde ficamos em um quarto diferente. O quarto no estilo japonês é todo de tatami e as camas são montadas sobre eles – muito confortável!  Ainda no hotel comemoramos o aniversário da minha (Dan) mãe em um jantar muito especial – Parabéns, mãe!

Site_2741 Site_2742 Site_2744 Site_2745

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: