Travessia Bolívia – Dia 1 – San Pedro de Atacama – Cañapa

Saímos de San Pedro de Atacama por volta das 8h30. A imigração e aduana chilena ficam dentro da cidade de San Pedro (estão construindo um novo paso fronterizo a cerca de 40 km de San Pedro, mais próximo a fronteira). De San Pedro seguimos em direção a Bolivia, cuja fronteira é uma bagunça incrível com carros, ônibus e gente por todos os lados, mas mesmo assim foi tudo muito rápido e duvidamos que o oficial de imigração tenha sequer olhado nossa foto.

Site_0376

Com os passaportes carimbados, é hora de trocar de carro. Na Bolivia apenas carros e motoristas bolivianos podem transportar turistas. Segundo nosso guia, só no Salar Uyuni são mais de 90 empresas bolivianas que oferecem passeios e traslados, mas nem sempre de forma honesta ou segura.

Site_0378

Vimos alguns Toyotas Land Cruisers guiados por motoristas que aparentavam ter menos de 18 anos. Também vimos outros com excesso de pessoas (até 9 pessoas), excesso de carga, excesso de velocidade, em mal estado de conservação, enfim…

Site_0377

Isso sem falar nas precárias estradas bolivianas. Sabíamos que não seria fácil e que muitas vezes as pessoas se guiam pelas montanhas e vulcões, mas sinceramente não esperávamos nada parecido com o que vimos. Estradas sem nenhuma sinalização, onde cada um segue o rumo que quiser, um rípio (se é que dá para chamar isso de rípio) que faz o pior caminho que pegamos parecer um tapete e motoristas totalmente imprudentes.

Vendo tudo isso tivemos certeza que a decisão de deixar o carro em San Pedro foi a melhor que tomamos até agora, mas nem tudo é ruim. A Bolívia também tem um lado surpreendentemente bonito e a imensidão do deserto nos convida a fazer uma reflexão profunda além de trazer uma enorme sensação de paz interior.

No primeiro dia visitamos a Laguna Blanca;

Site_0380

A Laguna Verde;

Site_0379

Os Geisers Sol del Mañana com o seu inconfundível cheiro de enxofre;

Site_0381 Site_0382

A Laguna Colorada e seus inúmeros flamingos;

Site_0383 Site_0385 Site_0384

A Arbol de Piedra;

Site_0386

A Laguna Onda; a Laguna Negra; e a Laguna Hedionda, de onde vimos o pôr do sol.

Site_0387 Site_0389 Site_0388

O dia foi longo e o mais incrível é que andamos apenas 220 km! Mas fechamos o primeiro dia de nossa travessia em um espetacular acampamento a mais de 4300 metros de altitude construído e mantido pelo Explora especialmente para essas travessias.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: