Utah – Life Elevated

Quem viaja por muito tempo como nós sabe que mudanças de planos são comuns. Por melhor que seja o planejamento da viagem, não conseguimos controlar variantes como as condições do tempo, problemas mecânicos, obras e até manifestações nas estradas que nos impedem de seguir a rota planejada.

No nosso caso, acabamos ganhando uns dias pois deixamos o Overland Expo mais cedo em razão do tempo ruim. Também ficamos menos tempo do que o planejado no Grand Canyon em razão do alto preço dos hotéis. Com isso pudemos colocar em nosso roteiro um lugar que não estava programado, o Monument Valley, que fica na divisa dos Estados de Arizona e Utah, dentro da reserva dos índios Navajos.

Site_1652 Site_1653

Apenas como curiosidade, os índios Navajos tiveram um papel fundamental durante a Segunda Guerra Mundial, pois sua língua nativa foi utilizada como código de guerra nas batalhas do Pacífico e nunca foi decifrada pelos japoneses. Essa história foi contada em diversos livros e documentários, além de ter sido tema de um filme de 2002 com o Nicolas Cage, chamado Códigos de Guerra.

Assim, saímos do Grand Canyon no dia 18/05/15 pela manhã, passamos no mirante chamado Desert View e na Torre de Vigia, que não conhecíamos, e seguimos sentido leste até a Cidade de Kayenta, mas só fomos ao parque na manhã seguinte (19/05/15) pois quando chegamos o tempo estava fechado, frio e ameaçava chover.

Site_1651 Site_1648 Site_1649 Site_1650

O Monument Valley é um parque que conta com formações rochosas de até 300 metros de altura, que se destacam pelo bonito tom avermelhado das rochas. Para entrar no parque é necessário pagar uma taxa de 20 USD por carro com até 4 pessoas e aqui não vale o passe anual America The Beautiful, já que esse não é um parque federal.

Para ver de perto as formações rochosas, pode-se ir com o próprio carro (RVs e motos não podem circular pelo parque) ou com um tour que sai do visitor center a um custo de 75 USD (1h30) a 95 USD (2h30). O trajeto tem cerca de 30 quilômetros em uma estrada de terra vermelha e passa por várias formações com nomes como três irmãs, camelo, elefante e Deus da chuva (justo onde começou a chover). Tudo muito bonito!

Site_1662 Site_1654 Site_1655 Site_1656 Site_1657 Site_1659 Site_1658 Site_1660 Site_1661

Após visitarmos o Monument Valley, seguimos sentido oeste até uma cidade chamada Page, novamente no Arizona. Antes de levantarmos o acampamento, ainda paramos em um lugar chamado Antelope Canyon, que também está localizado dentro da reserva dos índios Navajos. O Antelope Canyon só pode ser visitado com guia e são dois trajetos, o superior e o inferior. Nós escolhemos o inferior pois já tínhamos vistos algumas fotos e achamos o lugar incrível.

Ficamos cerca de 1 hora caminhando dentro do cânion, mas parece que o tempo passou voando. As formações são incríveis; parece até que estamos em outro planeta. Valeu!

Site_1663 Site_1664 Site_1665 Site_1666 Site_1667 Site_1668 Site_1669 Site_1670 Site_1671

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: