Joya de Cerén e Santa Ana

No dia 10/03/15 deixamos Suchitoto em direção à Santa Ana, já mais próxima à fronteira com a Guatemala. No caminho paramos no sítio arqueológico Joya de Cerén, que é considerado patrimônio histórico da humanidade pela Unesco desde 1993 e, segundo o guia Lonely Planet, é a Pompéia da América Central.

A associação que o guia faz com a cidade italiana que foi coberta pela erupção do vulcão Vesúvio se deve ao fato de Cerén também ter sido vítima de uma violenta erupção do vulcão Loma Caldera ocorrida em 590 d.C. que cobriu a vila com 14 camadas de cinzas. O sítio arqueológico foi descoberto por acaso em 1976 durante obras de terraplanagem e seu estado de conservação impressiona.

Até agora foram descobertos cerca de 70 construções, incluindo armazéns, cozinhas, habitações para moradia, oficinas, estruturas religiosas e uma sauna ou casa de banho. No parque existem guias, mas no dia que passamos (terça-feira) não havia nenhum disponível (uma pena), então fizemos um passeio auto guiado, mas mesmo assim gostamos muito do que vimos. No final existe uma réplica da sauna com uma breve explicação de como era utilizada – muito legal!

Site_1000 Site_1001 Site_1002 Site_1003 Site_1004 Site_1005 Site_1006

À tarde chegamos em Santa Ana. Nossa ideia inicial era ficar apenas uma noite por aqui, mas encontramos um hostel surper legal, com uma estrutura comum muito boa e, principalmente, um staff nota 10. Carlos, o proprietário do hostel, nos recebeu tão bem que acabamos ficando 3 noites por aqui.

Apesar de Santa Ana ser a segunda maior cidade de El Salvador, com aproximadamente 275 mil habitantes, ela ainda mantém um clima de cidade pequena. Durante o dia é bastante agitada, mas à noite é quieta e muito tranquila. Em Santa Ana não tem muita coisa para fazer, mas ela serve como porta de entrada para quem chega da Guatemala e como um hub de onde os turistas partem para visitar outros pontos turísticos no norte de El Salvador.

Os principais pontos turísticos de Santa Ana estão localizados ao redor da Catedral. O que mais nos impressionou foi o Teatro Municipal, que ocupa um bonito prédio em estilo colonial totalmente restaurado. Em Santa Ana também pudemos provar as pupusas, que são tortilhas de milho recheadas com queijo ou cenoura ou carne de porco etc. O Carlos, dono do hostel, foi quem nos levou a uma pupuseria de Santa Ana que só abre no café da manhã e para o jantar – muito gostoso!

Site_1007 (Carlos – proprietário do hostel – à esquerda e um casal de amigos)

Site_1008 Site_1009 Site_1010 Site_1011 Site_1012 Site_1013 Site_1014

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: