Vacinas e seguro saúde

IMG_2336

 

Normalmente quando viajamos tomamos os cuidados básicos, como fazer um seguro viagem e cuidar da alimentação etc, mas o que fazer em uma viagem tão longa e, especialmente, passando por tantos países diferentes?

Sem dúvida, esse é um dos assuntos mais importantes na fase de preparação para uma viagem, e quanto antes for providenciado melhor, mesmo porque algumas vacinas, como por exemplo as vacinas contra hepatite A, hepatite B e raiva, tem que ser tomadas em períodos pré-determinados, que podem levar até 6 meses.

O seguro saúde também é fundamental, imagine ser internado em um hospital nos Estados Unidos e ter que pagar a conta da internação, remédios etc. e se for uma emergência ou um acidente? Acreditem, o custo de contratação é muito baixo perto do risco de se viajar sem um bom seguro saúde.

Como moramos em São Paulo, aproveitamos um serviço público do Hospital Emílio Ribas que se chama Medicina do Viajante. O processo de agendamento da consulta é um tanto confuso, mas a consulta foi ótima. O médico pergunta sobre a rota e países a serem visitados, atividades que pretendemos fazer no caminho para depois falar sobre os perigos que podemos enfrentar e os cuidados básicos que teremos que tomar durante a viagem.

Ainda, como parte da consulta, saímos de lá com uma relação de vacinas a serem tomadas (hepatite A – 2 doses, hepatite B – 3 doses, raiva – 3 doses, febre tifóide, dupla viral, tétano e difteria, gripe, febre amarela etc.). O importante é que essas vacinas são prescritas conforme os países que serão visitados e com base no histórico de cada um. Assim, não leve em consideração qualquer lista como uma relação das vacinas a serem tomadas. O melhor é consultar um médico e, se você for de São Paulo, consultar o Médico do Viajante.

Com exceção das vacinas de febre tifóide, gripe e hepatite A, tomamos todas as demais no próprio Emilio Ribas sem qualquer custo.

O seguro saúde é um caso a parte. Por se tratar de uma viagem muito longa, de carro e com várias atividades diferentes durante o caminho (mergulho,  trekking etc.) precisávamos de um seguro que fosse flexível em relação a cobertura e com um limite de cobertura muito bom. Pesquisando em sites de overlanders e consultando pessoas que estão ou já fizeram viagens parecidas, conhecemos a World Nomads.

A cobertura médica (unlimited) e as atividades cobertas (de golfe a voo de paraglider) era justamente o que precisávamos e o custo (cerca de USD 3.000,00) nos parecia razoável. Infelizmente não temos muito a acrescentar sobre o atendimento e esperamos não precisar acioná-los para nada, mas fica a dica sobre o seguro saúde.

2 comentários em “Vacinas e seguro saúde

  1. Olá!
    Legal essa dica do Médico Viajante.
    Qt ao seguro, tenho algumas dúvidas quanto aos 3 mil dólares:
    . cobria um de vcs ou os dois;
    . valor contemplava todos os 12 meses de viagem;
    , abragia só despesas médicas/hospitalares ou outras também (morte, invalidez, translado…)
    Obrigado e boas estradas

    • Oi Paulo,
      O seguro do World Nomads é bastante utilizado por mochileiros e overlanders. O valor de 3 mil USD era para um casal pelo período de 12 meses com cobertura premium. Existe uma mais simples que dá uma diferença de 300 USD.
      A cobertura é bastante ampla, cobrindo inclusive os custos para interromper a viagem e retomá-la em caso de acidente. O site do World Nomads é bem detalhado; vale a pena conferir.
      Um abraço,
      Dan e Liene

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: